TV Globo Wiki
Advertisement
TV Globo Wiki
1 219
páginas

História

A primeira transmissão oficial da Fórmula 1 para o Brasil aconteceu em 1970, com a transmissão do GP da Inglaterra daquele ano. A corrida fora transmitida pela TV Record e fora a estreia de Emerson Fittipaldi na categoria e pela Lotus.

A estreia da Globo na categoria aconteceria dois anos depois, transmitindo o GP de Mônaco em 1972, a lendária vitória da BRM do francês Jean-Pierre Beltoise na chuva de Monte Carlo. A corrida fora transmitida em cadeia com a Tupi, assim como o GP da Bélgica do mesmo ano.

A primeira transmissão 100% exclusiva da Globo aconteceu no GP da França de 1972, com o GP seguinte (Inglaterra/Grã-Bretanha), sendo a primeira prova a cores. Desde então, passou a transmitir corridas sozinha ou cedendo os GPs para outras emissoras.

Durante boa parte da década de 70, a Rede Globo chegou a não transmitir diversas corridas do calendário da Fórmula 1, preferindo transmitir outros programas (filmes, desenhos, seriados e produções da emissora) nos horários das corridas. Nesta época, Tupi e Bandeirantes também chegaram a exibir transmissões da F1.

Em 1980, a Bandeirantes se tornou a primeira emissora a transmitir todas as provas do campeonato. No ano seguinte, a Globo voltaria a se transmitir a Fórmula 1, desde então sendo o canal 'oficial' do campeonato, entretanto, as transmissões cessaram na temporada 2020, que foi a última transmitida pela emissora, antes da migração do esporte para a Band

Não Renovação do Contrato

O atual contrato com a FOM terminou em 2020. Especula-se que o próximo contrato tenha ênfase nos serviços de streaming e na TV paga. De acordo com a imprensa especializada, o cancelamento do contrato com a Rio Motorsports abriu a possibilidade da assinatura de um novo contrato com o grupo estadunidense Liberty Media. Outro fator decisivo foi a renovação do contrato com os organizadores do grande prémio do Brasil, realizado desde 1990 no autódromo de interlagos. Caso a Globo renovasse o contrato, a mesma deveria programar a maior parte das corridas sendo transmitida apenas pelos canais SporTV, enquanto a em seu canal aberto, daria prioridade para as principais corridas.

Ida para a Band

Em 9 de fevereiro de 2021, foi anunciado que após 41 anos, a Globo não iria mais transmitir as corridas. Quem adquiriu os direitos foi a Band que irá transmitir as principais corridas e treinos, tanto em seu canal aberto, quanto no seu canal esportivo Band Sports. Além da Fórmula 1, o canal pago irá transmitir a Fórmula 2, e a 3. Ainda há a possibilidade da Liberty, dona das transmissões abrir seu próprio serviço de streaming, o F1 PRO, dedicado ao esporte, porém ainda sem preço e data de lançamento.

Características

A transmissão era iniciada 20 minutos antes da largada, com um breve resumo dos treinos classificatórios e o grid de largada. Somente dez minutos antes da largada, narrador e comentarista entravam em definitivo e assumiam até o final da corrida. No caso do GP do Brasil, a cobertura é iniciada uma hora antes da largada, revezando as entradas dos repórteres com resumos sobre os pilotos e outras curiosidades sobre a formula 1.

Até a temporada 1990, era comum as inserções comerciais durante a corrida, pratica banida por determinação da FOM.

As transmissões eram realizadas nos estúdios da Globo em São Paulo. Apenas em ocasiões especificas, como decisões de titulo ou estreia de pilotos brasileiros, as transmissões são feitas diretamente do autódromo.

Também havia um boletim nas madrugadas chamado "Sinal Verde", que mostrava trechos de treinos, posições e curiosidades sobre as corridas. Geralmente ia ao ar antes ou depois do Supercine aos sábados.

Treinos

Entre 1991 e 2015, a Globo transmitiu os treinos classificatórios. Nos primeiros anos, os treinos pré classificatórios eram veiculados em resumos que iam ao ar durante o boletim Sinal Verde. Os treinos de sábado eram transmitidos na íntegra. Até 1991‚ os resultados eram veiculados nos intervalos da programação

Equipe

Narradores

Galvão Bueno (1982-1991;1993-2020)

Cléber Machado(1988-(?))

Luis Roberto(1998-(?))

Sérgio Maurício(2006-(?))

Comentaristas

Repórteres

Antigos Patrocinadores

  • Nivea (2018-2020)
  • TIM (2003-2008, 2011-2020)
  • Renault (2007-2020)
  • Grupo Petrópolis (2015-2020)
  • Santander (2010-2020)
  • Banco Real (1999-2009)
  • Brasil Kirin (2004-2014)
  • Petrobras (2003-2015)
  • Nestlé (1987-1992, 2017)
  • NET (2018-2019)
  • NOW (2019)
  • Zap (2015-2016)
  • Chevrolet (1999-2006)
  • Ipiranga (1998-2002)
  • Brasil Telecom (2002)
  • MasterCard (2009-2014)
  • Pepsi (1996)
  • Guaraná Antarctica (1997-1998)
  • Processadores Intel (2003)
  • Ceval (1997)
  • Electrolux (1997)
  • Elma Chips (1995-1996)
  • Ford (1994-1995)
  • Seara (1998)
  • Antarctica (1996-1999)
  • Bavaria (1998-1999)
  • Brahma Chopp (1988-1994)
  • Skol (1995)
  • Ambev (2000-2002)
  • Alpargatas (1984-1998)
  • McDonald's (1996)
  • Arisco (1995)
  • Kolynos (1993-1994)
  • Fiat (1992)
  • Philco (1992)
  • Unilever (1990, 2016-2017)
  • Esso (19??-1991)
  • Biotonico Fontoura (1991, 1994)
  • Perdigão (1993)
  • Davene (1989)
Advertisement